Acesso aos clientes

 
(11) 5506-8500
 

Aedes aegypt

Campanha-Aedes-top
     
  

MESMO NO INVERNO O MOSQUITO NÃO TIRA FÉRIAS! 

Você sabia que os ovos do mosquito podem resistir por mais de 1 ano 

sem contato com a água, à espera de condições favoráveis para eclosão?

  
     

 Campanha-Aedes-1   
Fure os pneus e guarde-os em locais protegidos das chuvas.
                              
      Campanha-Aedes-5           Manter a lixeira sempre fechada e não despejar lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos, mantendo-os desobstruídos.
             
Campanha-Aedes-2   Manter totalmente fechadas com tampa adequada cisternas, caixas d'água e reservatórios provisórios, tais como tambores e barris.   Campanha-Aedes-6   Guarde garrafas ou latas tampadas ou de cabeça para baixo.
             
Campanha-Aedes-3    Não use pratos sob os vasos de plantas.   Campanha-Aedes-7   Faça manutenção de piscinas com os níveis de cloro adequados principalmente quando em desuso.
             
Campanha-Aedes-4   Limpe periodicamente calhas de telhados, marquises e rebaixos de banheiros e cozinhas, não permitindo o acúmulo de água.   Campanha-Aedes-8   Sempre que possível, esvaziar e escovar as paredes internas de recipientes que acumulam água.

10 fatos sobre o Aedes aegypt

 
1 - De origem egípcia, o mosquito Aedes aegypti espalhou-se para outros continentes no século 16, por meio de navios que traficavam escravos.

2 - O Brasil erradicou o Aedes aegypti, que na época causava a febre amarela, em 1955.

3 - Porém ele reapareceu no final da década de 1960 e atualmente está presente em todo território brasileiro.

4 - A fêmea é a responsável por picar as pessoas e transmitir os vírus da degue, chikungunya e o zika; estima-se que ela pique uma pessoa a cada três dias.

5 - É preciso água parada para que os ovos do Aedes aegypti eclodam, formem a larva e depois se transformem em mosquito adulto.

6 - O ovo do Aedes aegypti só é eliminado quando a pessoa lava o criadouro com uma esponja e joga essa água no solo de terra ou em chão cimentado, para o liquido evaporar rapidamente. Caso contrário quando a água atingir esse ovo, a larva vai eclodir, mesmo que seja um ovo “velho”. O ovo do mosquito pode resistir por até um ano e, quando em contato com água novamente, em 10 minutos ele eclode, forma a larva e depois vira mosquito transmissor das doenças.

7 - A fêmea do Aedes aegypti prefere depositar seus ovos em locais sombreados e com água parada, tais como Bromélias, tampa de garrafa, canudos de plástico, lata de alumínio, automóveis parados, lona de carros utilitários, frestas e irregularidades do terreno que possam empoçar água, calhas sujas e caixas d'água destampadas. As larvas não gostam de luz.

8 - O mosquito vive até 30 dias e a fêmea consegue depositar até mil ovos.

9 - Os mosquitos machos não picam humanos e se alimentam de soluções açucaradas vegetais, como néctar e seiva; as fêmeas também gostam dessas soluções, mas precisam do sangue humano para poder gerar nos filhotes.

10 - As pessoas não sentem a picada do Aedes aegypti porque a saliva do mosquito carrega um anestésico que anula a sensibilidade.

TECNOMAD no Globo Ecologia


O biólogo responsável da TECNOMAD Francisco Andrade, junto com o coordenador técnico Rodrigo Domingues participaram de uma matéria sobre pragas urbanas feita pela Rede Globo para o programa Globo Ecologia.
A dupla da TECNOMAD falou sobre o controle das pragas e mostrou algumas técnicas na hora do tratamento.
Clique na imagem abaixo e assista a matéria na íntegra. 

chico  -gb eco 2

Prêmio Jair Rosa Duarte

O nosso diretor Antonio Marco França de Oliveira ganhou em setembro o Prêmio Jair Rosa Duarte. 

foto - prmio jair rosa duarte

TECNOMAD realiza mais uma ação social

cce04102012 00000

Controle de Pragas em Hospitais e Indústrias Farmacêuticas

por: Antonio Marco França Oliveira

O controle de pragas em Hospitais, Casas de Saúde e Indústrias Farmacêuticas é uma tarefa difícil, de alta responsabilidade e de alto risco. É um trabalho muitas vezes semelhante ao que ocorre em outras edificações pois as pragas são as mesmas: baratas, ratos, formigas, moscas, etc. E os locais onde elas ocorrem são muito semelhantes a outros locais como restaurantes, despensas, quartos de hotéis, lavanderias etc. O grande problema é que nos hospitais encontram-se pessoas muitas vezes extremamente debilitadas e, por isso, não só as pragas devem ser controladas com o objetivo de minimizar os riscos de contaminação hospitalar como também as empresas que fazem o seu controle devem ser altamente capacitadas para analisar a situação e tomar as medidas necessárias para o controle sem colocar em riscos os pacientes.

Leia mais: Controle de...

Dedetização sem cheiro

Ao longo da história, diversos tipos de produtos de origem natural já foram usados com o objetivo de controlar insetos, tais como o mercúrio, o arsênico, a nicotina, o tabaco. Na década de 60 no Brasil, o DDT e seus derivados foram usados como alternativas mais seguras e mais eficientes, se comparadas aos inseticidas anteriores, que usavam arsênico em sua composição.

O DDT foi largamente usado após a segunda guerra mundial para o combate aos mosquitos causadores da malária e do tifo. No Brasil o DDT foi muito usado nas décadas de 50 e 60 e por isso surgiu o termo DEDETIZAÇÃO, ou seja, aplicação do DDT para controle de insetos em residências.

Leia mais: Dedetização sem...

Como acabar com os Pombos

pomboUm projeto de indicação do deputado Antônio Granja causou polêmica na Assembléia Legislativa. Ele propõe um programa de controle dos pombos e alega que as aves são um problema, pois transmitem até 60 doenças O projeto apresentado sugere a criação de um órgão na Secretaria da Saúde do Estado, que possa fazer o controle das aves, principalmente no centro. Eles são o símbolo da paz, mas, ao contrário do que representam, trazem irritação a muitas pessoas por onde passam.

Leia mais: Como acabar com...

Controle de Pragas no Setor de Logística

Setor de logística investe em Controle de Pragas para aumentar a qualidade e reduzir os riscos

O Controle Integrado de Pragas tem se mostrado uma eficiente ferramenta para a gestão da qualidade de empresas especializadas em serviços de logística, incluindo armazenamento e transportes.

Leia mais: Controle de...

Controle de Pragas Urbanas - Saúde e Meio Ambiente

As pragas urbanas (baratas, formigas, cupins, brocas de madeira, traças, pernilongos, ratos, pombos) provocam, além de danos materiais, como é o caso dos cupins, cujo prejuízo nos Estados Unidos é superior a US$ 1,5 bilhões, diversas doenças como conjuntivite, gastroenterite, infecções urinárias, toxinfecções urinárias, alergias, pneumonias, leptospirose, peste (bulbônica, pneumônica, septicêmica), tifo murino, febre da mordida do rato, triquinose, salmoneloses, dengue, malária, febre amarela, etc.

Segundo a OMS – Organização Mundial da Saúde, 20% dos alimentos produzidos no mundo são destruídos por ratos, estimando-se que cada rato é responsável por uma perda total de US$ 10,00 por ano. Está provado que um rato consome em alimentos por dia 10% do seu peso, além de estragar e deixar impróprios para consumo 10 vezes mais do que esta quantia

Leia mais: Controle de...

Cupins - Proteja sua Saúde

A desinformação e o desconhecimento podem levar a atitudes incompatíveis com a realidade. Veja este exemplo, onde um diretor de um museu afirma que será necessário usar produtos mais fortes para exterminar os cupins. Qual o significado de mais forte? Será que vão usar os produtos realmente adequados e aplicá-los da forma correta?

Inicialmente é importante saber qual a espécie de cupins que está infestando o museu, para tomar a decisão sobre as medidas curativas e preventivas necessárias para estabelecer o real controle do ataque observado.

Leia mais: Cupins - Proteja...

Cupins - Proteja seu Patrimônio

Com a chegada da primavera, nos finais das tardes quentes e após uma boa chuva chega também um inimigo indesejável que insiste em ficar girando em torno das lâmpadas, entrando na roupa e na boca das pessoas e muitas vezes caindo nos pratos e nas comidas. São os siriris ou aleluias, que, para quem não sabe, são os reprodutores dos cupins, que se espalham aos milhões e infestam os imóveis da cidade de São Paulo provocando grandes prejuízos materiais. Acredita-se que hoje mais de um milhão de imóveis e cerca de 30% das árvores já estejam infestados.

Leia mais: Cupins - Proteja...

De olho nas pragas

Praga: Barbeiro ou Chupão

Doença: Doença de Chagas


Sintomas: Varia de fases em aguda e crônica. A fase aguda pode ser aparente ou inaparente, sendo essa a mais frequente. Os sintomas apresentados são: febre, mal estar, falta de apetite, edemas localizados na pálpebra ou em outras partes do corpo, infartamento de gânglios, aumento do baço e do fígado e distúrbios cardíacos. Em crianças, o quadro pode se agravar e levar à morte.
Na fase crônica, muitos pacientes podem passar um longo período, ou mesmo toda a sua vida, sem apresentar nenhuma manifestação da doença, embora portadores do T. cruzi. Em outros casos, a doença prossegue ativamente, passada a fase inicial, pode comprometer muitos setores do organismo, salientando-se o coração e o aparelho digestivo. 

Leia mais: De olho nas pragas